Em volta da Pérola do Atlântico

10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1… Feliz Ano Novo!
As ruas iluminadas, os fogos de artifício, as casas cheias, as prendas, e, mais importante que tudo, os sentimentos de esperança e união preenchem-nos neste princípio de 2023.
E, é com este início que damos também abertura a mais um ano de escrita e viagem pelas terras de Portugal.
Rumemos então à bela Madeira.

Onde se situa?
A aproximadamente 900 km sudoeste de Portugal Continental e a 700 km oeste da Costa Ocidental Africana localiza-se o arquipélago da Madeira. Este é constituído pelas ilhas da Madeira (representa a maior ilha portuguesa com 736 m²) e do Porto Santo (com 42,26 m²), pelo subarquipélago das Desertas (Ilhéu Chão, Deserta Grande e Bugio) e pelas Selvagens (Selvagem Grande, Selvagem Pequena, Ilhéu de Fora, conjuntamente com um grupo de ilhéus de menor dimensão) que representam reservas naturais, sendo que apenas as Selvagens possuem um reduzido efetivo de população permanente, constituído por 4 a 6 guardas da reserva natural.


Roteiro
Se anteriormente o aeroporto que o vai acolher (Aeroporto Internacional da Madeira Cristiano Ronaldo) representava uma verdadeira prova na qual só os pilotos mais experientes podiam aterrar (pela sua pequena pista de apenas 1600 m), atualmente pode tranquilizar-se, já que em 2000 se procedeu ao alargamento da extensão da pista (para 2781 m), naquela que foi uma das maiores obras realizadas na região.
Está na hora de se instalar e acredite, aqui na Madeira, e, principalmente, no Funchal, não lhe faltam opções de alojamento, já que é um verdadeiro centro turístico. Deixamos quatro recomendações: Hotel Baía Azul, Quinta da Bela Vista, Belmond Reid’s Palace e Jardins d’Ajuda.
Antes de nos aventurarmos, pela ilha da Madeira (o nosso destino do arquipélago elegido) gostaríamos de deixar um conselho ao leitor para que a sua experiência seja o mais proveitosa possível. À parte de querer repousar um pouco pelo cansaço da viagem de avião, no seu primeiro dia na ilha consideramos indispensável a procura por um estabelecimento “rent a car”! E, não se preocupe, porque no Funchal vai encontrar inúmeros espaços de aluguer automóvel, com preços económicos e opções diversificadas. Por mais que seja um amante de trilhos e caminhadas, para percorrer a ilha com maior conforto a opção de aluguer é efetivamente a mais sensata. Além disso, muitos destes locais contam com ofertas e descontos nas viagens e passeios pela ilha, pelo que também fique atento a essas oportunidades!
Sem mais demoras, vamos partir!


Seja para reduzir a sua ansiedade e stress, ou recarregar energias, ou melhorar a sua memória e concentração, ou até mesmo praticar exercício físico, o certo é que o contacto com a Natureza nos presenteia com bastantes benefícios para a nossa saúde.
Comece por isso a sua manhã com o resplandecente Jardim Botânico da Madeira. Situado a cerca de 3 km do centro da cidade do Funchal, no topo da margem esquerda da Ribeira João Gomes, entre os 150 m e os 350 m de altitude, este jardim estende-se ao longo de uma área de aproximadamente 8 hectares (5 ha de área ajardinada). As múltiplas cores e a vivacidade que o cerca, com exemplares únicos da flora da Madeira e do mundo inteiro, vão deixá-lo sem palavras. Espécies aromáticas e medicinais; aquáticas; tropicais; têxteis; agroindustriais; suculentas; indígenas e endémicas da Madeira… é impossível não se encantar com a exuberância que o jardim nos reserva! É sem dúvida uma experiência visual única! O local conta ainda com outros âmbitos, a exemplo, um museu (Museu de História Natural do Jardim Botânico) no qual pode testemunhar uma exposição com um leque de coleções (fósseis, minerais, insetos, animais vertebrados e invertebrados embalsamados, entre outros), um herbário (Herbário Padre Manuel Nóbrega) para que possa descobrir um pouco mais a etnobotânica da ilha e miradouros, sendo que nós realçamos o miradouro do teleférico que concede uma panorâmica singular sobre a Baía do Funchal e o Vale da Ribeira de João Gomes, tipificado pela presença de um significativo núcleo da Floresta Laurissilva. O jardim funciona todos os dias do ano (à exceção do dia de Natal) entre as 9h00 e as 18h00 de segunda a domingo. O bilhete tem o custo de 7,50€ para visitantes com idade acima dos 12 anos, 3€ para o intervalo entre os 6 e os 12 anos e gratuito para idade inferior a 6 anos.

Passe agora pelo Mercado dos Lavradores para saborear as mais frescas, naturais e exóticas frutas que a Madeira lhe oferece! Construído na década de 30 do século XX, segundo o projeto de Edmundo Tavares numa combinação airosa de art déco e modernismo, o mercado apresenta dois pisos: no piso inferior realiza-se a venda de peixe e carne, e no superior, de frutas tropicais, vegetais e múltiplas especiarias. Neste ponto alia-se a qualidade dos produtos com a tradição e o folclore da região, com muitas vendedoras trajadas com o fato madeirense típico.
Pare para petiscar algo. Se procura uma refeição leve ou tem dietas especiais (opções vegetarianas, veganas e sem glúten) sugerimos o Ritz Madeira. Os gelados daqui são provavelmente os melhores que vai experimentar! Quer provar um magnífico cannellone de bolonhesa e espinafres ou um salmão grelhado inesquecível?! Então vá até ao FX Restaurant & Sports Bar.
Continuamos esta viagem no próximo mês! Não perca!


1 Comentário

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Start typing and press Enter to search